Pesquisar

Canal AEB no YouTube

Próximos Eventos

There are no events at this time

Autenticação



Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje237
mod_vvisit_counterOntem349
mod_vvisit_counterEsta Semana829
mod_vvisit_counterÚltima Semana1975
mod_vvisit_counterEste Mês7540
mod_vvisit_counterMês Passado8129
mod_vvisit_counterTodos724008

Data : 27-06-2017
Projetos: ESCXEL - Rede de EScolas de Excelência / Relatórios e Documentos Atuais
PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Relatório: Agrupamento da Batalha 2008-2013Relatório: Agrupamento da Batalha 2008-2013

Páginas deste Projeto:

APRESENTAÇÃO | DOCUMENTOS E RELATÓRIOS ATUAIS | DOCUMENTOS E RELATÓRIOS ANTERIORES

Relatório PIRLS 2011

(Desempenho em Leitura)

Resenha dos resultados apresentados no relatório internacional PIRLS 2011 para leitura, com enfoque nas tendências internacionais e ao longo dos ciclos PIRLS - Progress in International Reading Literacy Study e no desempenho dos alunos portugueses do 4.º ano de escolaridade que participaram no estudo em 2011.

Clique na imagem para abrir o documento.


1-pirls_2011-capa

Relatório: Agrupamento da Batalha 2008-2013

Este relatório, da autoria do CESNOVA, reúne num só documento a evolução dos resultados das provas externas de todos os níveis de escolaridade prestadas entre 2008 e 2013 pelos alunos deste Agrupamento, incluindo, retrospetivamente, os estabelecimentos de ensino anteriormente autónomos e que hoje se encontram nele agrupados. À semelhança da análise realizada em relatórios anteriores, procuraremos identificar padrões e tendências, bem como situar o desempenho dos alunos por relação às médias nacionais.

Clique na imagem para abrir o documento.


2-B_Batalha_2018-2013-capa

Relatório: Inquérito Socioeconómico 2012/2013

O Projeto ESCXEL – Rede de Escolas de Excelência procura melhorar a informação disponível, para que as escolas parceiras tenham mais instrumentos de gestão e planeamento escolares. O trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo CesNova, com vista a monitorizar os resultados escolares dos alunos e das escolas, confrontou-se com a necessidade de um melhor conhecimento das características das populações escolares, a par com o desenvolvimento de uma abordagem que tenha em conta as dimensões socioeconómicas de forma a ponderar e compreender o sucesso e insucesso escolares. Trata-se de um novo patamar de análise que exige rigor e sistematicidade para que o trabalho desenvolvido e a desenvolver se revele profícuo e útil para as escolas e para a investigação que desenvolvemos.

A recolha de dados socioeconómicos dos alunos foi lançada na forma de um ficheiro a preencher pelos Diretores de Turma, com o objetivo de testar um modelo de recolha de informação uniforme para toda a Rede, com base nas informações constantes dos processos dos alunos e de outras perguntas de um inquérito que seria possível colocar junto dos alunos na fase de diagnóstico do início do ano letivo. O universo que se procurou inquirir compreende todos os alunos das escolas e agrupamentos desde o 5º ano de escolaridade. Note-se que a inquirição foi pensada com base no pressuposto da existência de processos dos alunos com informação atualizada e completa. No entanto, os processos dos alunos revelaram-se instrumentos de monitorização e gestão escolar desatualizados, o que comprometeu a forma original de recolha de dados e deu lugar a uma fraca qualidade de alguns dos dados recolhidos (como as classificações de exame de anos anteriores de frequência escolar).

Clique na imagem para abrir o documento.

INQURITO_SOCIOECONMICO_BATALHA_2012_2013-CAPA

Práticas em Rede - Comunicação (tradução)

Esta comunicação resulta de uma reflexão conjunta sobre a ação do coordenador concelhio do Projeto Rede de Escolas de Excelência na ativação de fluxos dinâmicos de interações entre a equipa de investigadores do Cesnova, os municípios, as escolas e os professores. Trata-se de um processo em rede, em constante devir que requer um olhar crítico sobre as múltiplas relações que se vão (re) construindo constantemente.

Da experiência já vivenciada, o trabalho em rede tem potenciado a troca e avaliação regulares de experiências entre os vários intervenientes, fomentando, junto das escolas envolvidas, o desenvolvimento e interiorização de uma cultura de autoavaliação, essencial para a construção de modelos e projetos educativos mais sustentados e eficazes. Para além de reforçar as matrizes identitárias das mesmas, tem permitido identificar um conjunto de problemas comuns e transversais, para os quais se tem procurado, no seio da rede e com a colaboração de todos, encontrar soluções conjuntas capazes de responderem às necessidades identificadas.

A teia relacional entre os vários parceiros da rede tem-se fortalecido com o tempo, deixando paulatinamente de ser sentida como artificial, para ser sentida como natural, necessária e profícua. As pessoas e instituições estão mais próximas umas das outras, a confiança mútua cresceu e o receio inicial de apresentação ao outro e do confronto (positivo) com o outro esvaneceu-se, dando lugar a assunção séria do que cada um é, nas suas vantagens e desvantagens, virtualidades e insuficiências. Deste diálogo construtivo tem resultado a convicção de que é sempre possível fazer melhor e que para cada problema há uma solução (ou várias soluções), que é necessário buscar incessantemente no sentido da melhoria contínua que se almeja. 

Clique na imagem para abrir o documento.

Praticas_em_Rede_Comunicacao_-_front

Networking Practices (Práticas em Rede) - Comunicação integral em inglês

Clique na imagem para abrir o documento.


Networking-Practices-en-v2-0-1-front